5 tipos de aparadores para a sua sala

Conheça os estilos que vão te ajudar na decoração

dining-room-740231_1920

Por muito tempo os aparadores estiveram associados apenas a divisão de espaços dos cômodos da casa. Há quem use o aparador para dividir a sala de estar da sala de jantar, por exemplo, e este uso difundido por muito tempo reflete praticidade ao organizar os espaços. No entanto, o aparador também é uma peça fundamental para quem adora decorar e dar ainda mais estilo para o ambiente que está mobiliando.

Na sala de estar, ele pode acompanhar a decoração e ainda ser útil para dar suporte as taças, vasos, bandejas e porta retratos. É importante ressaltar que sua função, diferente do buffet, não é a de guardar objetos em excesso. Enquanto o buffet armazena louças e utensílios práticos da mesa de jantar, o aparador se encarrega de peças menores, com menos volume.

O aparador pode ainda estar associado a outro móvel ou objeto do ambiente como o sofá, o quadro na parede ou um espelho. Sua proximidade com esses elementos inaugura uma combinação e composição que embelezam ainda mais o seu espaço. Sendo assim, afinal, quais são os tipos de aparadores que podem cair muito bem na sua sala? Selecionamos cinco tipos deles que podem te fazer ainda mais feliz com o charme ao promoverem uma ornamentação ímpar. Vamos lá:

1. Aparador de madeira

Com um aparador de madeira, você consegue dar um ar mais tradicional e vintage ao seu ambiente. A madeira escura combina com outros móveis mais claros e de cores vivas, além de promover um contraste no seu espaço. Com um aparador de madeira, você pode abusar de utensílios de outros materiais, como vasos de vidros, porta retratos coloridos ou luminárias.

 

furniture-382154_1920

2. Aparador espelhado

Esse modelo aumenta a sensação de amplitude no seu espaço. É recomendado para ambientes que precisam irradiar com mais eficácia a luz que recebem.  É o modelo que contribui para deixar o cômodo mais iluminado, além de dar uma mãozinha para aqueles que gostam de conferir o visual rapidamente antes de sair de casa.

apartment-1851201_1920

3. Aparador de vidro

Para decorações mais minimalistas, o aparador de vidro apresenta um visual versátil que inspira elegância. É um móvel indicado para quem sempre está mudando de móveis, já que o vidro conversa bem com uma multiplicidade de materiais que compõem os outros móveis do ambiente.

apartment-2094718_1920

4. Aparador moderno em alto relevo

O aparador cujo material apresenta alto relevo ou estampas na sua composição pode ser indicado para ambientes mais despojados que investem constantemente em cores e decorações mais temáticas.

dining-room-1515969_1920

5. Aparador rústico

Para aqueles que gostam de recorrer a uma decoração que remeta à antiguidade, mais clássica, esse é o tipo de aparador recomendado. Com um design mais rústico, possui tons escuros e os objetos que podem compor suas superfície tendem a ser mais claros evidenciando o contraste entre a modernidade e a estrutura mais austera do aparador.

dining-room-397197_1920

Agora que você já sabe qual aparador vai combinar melhor com sua decoração, visite uma das lojas Aimar Móveis. Venha conferir os modelos que vão dar ainda mais graciosidade para os seus espaços.

A Aimar espera por você!

Imagens: Reprodução Pixabay

Leia Mais

4 tipos de tecidos em alta para o seu sofá

O sofá se tornou um móvel indispensável para os espaços mais descontraídos da sua casa. Típico da sala de estar ou da sala de TV, lá está ele à disposição, preparado para atender ao seu conforto e aconchego. Quando bem escolhido, torna-se ainda um elemento que completa a decoração do seu ambiente com requinte e elegância.

adorable-1866531_1920

Foto: Pixabay

Por isso, na hora da escolha, vale prestar muita atenção nos tecidos que o compõem para que eles estejam alinhados com suas necessidades e com o seu ambiente. Sem esquecer, principalmente, do perfil das pessoas que vão usufruir constantemente daquele conforto, para que o tecido não venha a acentuar alguma alergia. Fique de olho nas 4 tendências de tecidos do mercado que vão te ajudar na escolha daquele modelo que você anda querendo há algum tempo:

  • Veludo
arm-chair-1421612

Foto: Freepik

O clássico veludo feito 100% de algodão é um tecido macio e delicado. Reconhecido na alta decoração, além de confortável no toque, transmite por si só a ideia de conforto e refinamento. É um tecido geralmente liso que passa longe de ambientes mais despojados, em contrapartida, apresenta impecabilidade e elegância. Possui alta durabilidade e é reconhecido por durar anos e anos.

O veludo é indicado também para ambientes de clima mais frio e combina com itens de pouco brilho, pois o tecido se encarrega dessa função. Uma dica é impermeabilizar o sofá de veludo, caso o seu ambiente seja mais suscetível às manchas. No entanto, se essa opção não for a escolhida, o correto é sempre utilizar escovas de cerdas macias para a limpeza.

  • Jacquard
window-836752_1920

Foto: Pixabay

Se a sua busca é por tecidos estampados que acumulem pouca sujeira, o jacquard é uma boa opção. A trama dos fios desse tecido é bem resistente, algo que dificulta o acúmulo de poeira no móvel. Além disso, as estampas que compõem o tecido são confeccionadas usando o próprio fio. Apesar disso encarecer um pouco o produto, em virtude desse processo de produção mais minucioso, o jacquard é um tecido indicado para quem busca modelos mais despojados e com maior resistência.

  • Couro e couro sintético
leather-sofa-186636_1280

Foto: Pixabay

Clássico entre os sofás mais modernos, o couro sintético é um tecido que está às ordens de quem procura praticidade. Ideal para quem tem animais de estimação em casa, o couro sintético não acumula tanta sujeira e já vem com certo grau de impermeabilidade incorporado, sendo fácil a remoção de manchas de líquidos, por exemplo.

É um tipo de tecido que não pode ser exposto ao sol com tanta frequência, pois pode ressecar sua superfície e deixar à mostra uma área descascada ou comumente chamada de “craquelada”. Ideal para espaços com criança devido ao seu manuseio prático, é um tecido recomendado para onde o clima é mais frio. O couro sintético pode ser limpo com bastante facilidade e pouco acentua a alergia de pessoas mais sensíveis ao estofado.

  • Suede
home-office-569153_1920

Foto: Pixabay

Se você busca um tecido charmoso, o tipo de tecido suede pode ser uma boa escolha. É um tecido muito frequente no revestimento de sofás e o mercado brasileiro trabalha tanto com suede importada quanto com a nacional. Esses dois tipos se diferenciam no acabamento, na estilização (ora mais amassada ou não) e também na maciez. É um tecido bastante resistente e há ainda como optar por um estilo liso ou estampado. Seu custo varia de acordo com o fabricante.

Agora que você já sabe quais são os tecidos mais em alta para sofás, venha conferir alguns modelos em uma de nossas lojas. Temos estofados da alta decoração que combinam com o seu ambiente. Aguardamos sua visita na Aimar Móveis!

 

 

 

 

 

 

Leia Mais

6 dicas incríveis para você escolher a poltrona ideal

Conheça seu espaço e escolha a poltrona que mais tem a ver com seu estilo, gosto e decoração ambiente

 

Imagem 1-min

 

Há muito tempo, as poltronas deixaram de habitar apenas um ambiente da casa. Esqueça a presença delas tipicamente na sala de estar ou no hall de entrada. Do quarto ao jardim, passando pela sala de jantar e pelos corredores da sua residência, lá estão elas marcando presença e exercendo sua função dupla de decorar e ser o refúgio para quem quer relaxar.

 

Imagem 2 -min

 

Distribuí-las em cada espaço assim, apesar de ser uma tarefa fácil, exige bastante atenção. Isso porque na hora de fazer a escolha do tipo de poltrona que mais tem a ver com seu lar, não vale escolher uma poltrona retrô, quando na verdade sua decoração é toda clássica ou ainda se ela esbanja tons mais sóbrios ou quentes. Por isso, separamos seis dicas de ouro para o momento em que as poltronas se tornarem prioridade na mudança ou na reforma da sua casa. Quem sabe essa hora não está mais perto do que você imagina, não é mesmo? Confira:

Dica 1- Qual o ambiente?

 

Imagem 3-min

 

O primeiro passo é saber direitinho qual é o tipo de ambiente que a poltrona fará parte. Se os espaços forem pequenos de nada adianta um modelo de poltrona avantajado, largo ou grande. Nunca as coloque em locais que possam prejudicar a passagem ou ser passível de alguém se machucar esbarrando em um de seus braços. Conheça o espaço, estude as possibilidade físicas e as posicione onde for mais livre e passível de combinar com a decoração.

Dica 2 –  A quantidade certa

Identificado o tipo de ambiente, o segundo passo é definir a quantidade. Se você costuma ser uma anfitriã ou anfitrião de mão cheia e gosta de receber muitos amigos em casa, a dica é escolher mais de uma poltrona e posicioná-las em meia lua ou meio círculo, contribuindo com uma roda de conversa aconchegante. Se o espaço for mais reservado a uma ou duas pessoas, inclua uma mesa de canto para acompanhar a poltrona junto com uma luminária.

 

Imagem 4-min

 

 Dica 3- Seu lugar favorito merece uma poltrona!

Na dúvida de onde posicionar as poltronas escolhidas, pense no seu lugar favorito na casa. Se for o escritório por conta do trabalho, invista em poltronas que lhe favoreçam em uma boa leitura quando optar pelos momentos de descanso, entre uma pausa e outra. Se for a sala de TV vale pensar em poltronas mais largas que favoreçam o momento de assistir a um bom filme ou programa de TV sem se preocupar com um estofado muito justo ou apertado. Ou ainda, se o seu quarto for esse lugar, vale ter uma poltrona estofada que lhe permita sentar para calçar os sapatos, por exemplo.

 

Imagem 5-min

 

Dica 4 – Decore com estilo

Essa é uma das dicas mais preciosas na hora de escolher a poltrona ideal, pois ela leva em conta a sua decoração e gostos. E a boa notícia é que há uma variedade de cores, tecidos e revestimentos para a poltrona. Diferente do sofá que muitas vezes tem que ter cores neutras para não cair na rotina do lar, as poltronas podem ser vibrantes, estampadas ou lisas. Observe a decoração: se as paredes têm tons mais claros, vale apostar em poltronas de tons mais escuros como o marrom, preto ou aquelas levemente estampadas. Se os móveis são exclusivamente coloridos, as poltronas do ambiente podem acompanhar essa tendência também. Poltronas amarelas, vermelhas ou azuis refletem um perfil despojado e confiante. Para os espaços menores, opte por poltronas de cores claras, como o rosa ou cinza claro. Elas ajudam a não marcar tanto o ambiente e valorizam ainda mais o cômodo da casa.

 

Imagem 6-min

 

Dica 5- Conforto com cor

Se a sua preocupação é unicamente com o conforto não dispense as poltronas mais largas e com estofado alto e macio. Existem muitos modelos atentos ao posicionamento das costas e inclinação da coluna, além de opções reclináveis que dão ainda mais leveza ao seu momento de descontração, descanso ou trabalho. Para mulheres grávidas ou que acabaram de ter um bebê os modelos de poltronas com balanço favorecem o momento de amamentação e ajudam o bebê a dormir e relaxar. Para o quarto da criança, vale apostar em poltronas de cores claras como o rosa ou bege que tem influência mais sutil do que as cores quentes que, por vezes, podem ser muito intensas e carregadas.

 

Imagem 7-min

 

Dica 6- Tipos para a sua casa

Agora que você já estudou o ambiente, definiu a quantidade, o local que a poltrona será posicionada, o estilo e o nível do conforto que pretende ter, chegou a hora de conhecer alguns tipos e suas funcionalidades. Fique de olho naquela que mais combina com você e não deixe de conferir os modelos na Aimar Móveis.

Poltrona Bergere: É a poltrona mais clássica. Alta e com apoio acima da altura das costas ela já ficou conhecida como aquela “poltrona de vó”, por ser aconchegante e espaçosa. Para ler um bom livro ou assistir a TV ela é adequada. É ideal para sala, escritório ou biblioteca pessoal. No quarto ela pode vir ao canto, próxima à janela por onde entra claridade.

 

Imagem 8-min

 

Poltrona Biscoito Fino: Para quem se agrada pela mistura de estilos essa poltrona é ideal. Ela converge uma estética vintage com um design atual e como seus pés são bem fininhos, ela favorece ambientes que não tem espaço muito grande para ser mobiliado. Geralmente seu encosto fica um pouco abaixo do pescoço, mas sua largura convencional é confortável,  ideal para o hall e para os quartos.

 

Imagem 9-min

 

Poltrona quadrada: Larga e de cores diversas, essa poltrona é aconselhada para sala de estar, varandas ao ar livre ou sala de jogos. É ideal para acompanhar um sofá também neste estilo. Seu encosto bem abaixo do pescoço sugere conforto para aqueles que se movimentam ao conversar. Há modelos com estofado alto e baixo.

 

Imagem 10-min

 

Poltrona giratória: Essa é a poltrona queridinha dos criativos. Ideal para o escritório, há vários modelos para quem trabalha se movimentando e procurando utensílios e objetos no espaço de trabalho. Ela é indicada para os espaços da casa que você interage com mais pessoas como a sala e o espaços home office. Também quebra o padrão só do sofá e dá mais dinamismo ao ambiente.

 

Imagem 11-min

 

Imagem 12-min

 

Poltrona com descansa pés: É poltrona ideal para aquele espaço da casa mais reservado, onde você consegue estar mais no sossego e se esticar naquela leitura ou naquela série ou vídeo que há muito tempo deseja ver.

 

Imagem 13-min

 

Créditos: pixabay.com
(todas as imagens)

 

Gostou? Temos inúmeros modelos de poltronas com design diferenciado e qualidade superior. Venha conferir!

Leia Mais